pensamentos, desabafos, histórias de um esqueleto humano que por aqui vagueia...

Quinta-feira, 25 de Outubro de 2007

A minha casinha

Não tenho escrito nada, tenho andado numa correria nestes últimos dias, por causa da casa, e do trabalho...

Precisamente quando mais precisava de não ter tanto trabalho, para poder tratar das coisas da casa com  mais calma, acontece precisamente o contrário...

É o gás, a luz, a água, a tvcabo, os seguros, os registos e finalmente a escritura (amanhã), que me tem posto a correr literalmente de um lado para o outro...no trabalho tenho tido imenso trabalho externo que me atrasa o trabalho de escritório...

É um esforço que vale a pena, mas porra parece que nunca mais acaba, é caixotes para todos os lados, é o telefone sempre a tocar, todos os dias me pedem coisas, para ir para aqui e para ali, e para a semana ainda não vai acalmar, apesar de ter dois dias de férias (no dia dos meus anos a 31 de Outubro e o dia 2 de Novembro), tenho as mudanças, a minha avó faz anos segunda, tenho os meus anos e depois um dos dias que mais detesto (os fiéis), não ponho os pés em lado nenhum mas ajudo a minha mãe a enfeitar a minha avó materna e as minhas tias a enfeitar o meu pai e o meu avô paterno.

Mas detesto este dia pela hipocrisia em geral, são capazes de gastar verdadeiras fortunas em flores e durante o ano inteiro nem lá põe os pés, e vão toda a tarde para o cemitério falar mal da campa do lado, porque não está bem enfeitada ou porque fulana de tal está mal vestida, haja paciência...

Apesar de estar super feliz com a casa e toda esta mudança, confesso que tenho medo, medo de não conseguir ter sempre tudo em dia (apesar de todos os meus esforços) e também porque agora vou estar muito mais perto do tubarão...

 

publicado por bones às 11:07
sinto-me: com as horas contadas

"A Estranha em Mim"

 

"The Brave One", titulo original em inglês...

Adorei, ela é uma actriz fabulosa, numa história que ultrapassa os limites do imaginável, mas no fundo uma realidade...

"Em "A Estranha em Mim" Jodie Foster é Erica Foster, uma mulher que um violento ataque vai transformar por completo. Erica vive em Nova Iorque, cidade que adora e que costuma ser tema de conversa com os ouvintes do seu programa de rádio. Uma noite, ela e o noivo (Navee Andrews) são vítimas de um grupo de marginais no Central Park.

Depois do ataque nada voltará a ser como dantes. O noivo morre e Erica fica em coma. Quando tem alta descobre que os locais da cidade, que anteriormente lhes eram tão queridos e familiares, se transformaram em estranhos e ameaçadores.

Gradualmente o medo dá lugar a uma paranóia securitária. Arranja uma arma com a qual acaba por matar um homem. Entretanto, envolve-se na busca pelo assassínio do seu noivo (uma operação que os seus ouvintes seguem atentamente), sendo perseguida pelo persistente detective de polícia Sean Mercer (Terrence Howard).

Erica dá-se conta que a sua procura pela justiça dá-lugar a uma sede da vingança, que a transforma num ser não muito diferente dos marginais que persegue."

Existem duas frases neste filme que marcaram, uma em que a vizinha dela lhe diz que há várias maneiras de morrer, o dificil é saber como se quer viver...e a outra quando o detcetive khe pergunta como se sobrevive a um ataque destes e ela diz "não se consegue"...

Achei fabuloso, o filme, os actores, os cenários, a história...

A Oprah dizia que o Anthony Hopkins lhe podia ler as páginas amarelas com a voz que tinha, e ele leu, eu não me importava nada que a Jodie Foster me lesse também as páginas amarelas com aquela voz, aquele sotaque...

publicado por bones às 10:50
sinto-me: bem

mais sobre mim

Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
19
20
21
22
23
24
26
27
31

pesquisar

 

arquivos

comentários recentes

  • Join the club...
  • és igual a mim pelo q dizes : Dadd: laurahulst@hot...
  • É um prazer fazer-te rir...
  • Ainda bem que gostas. Explora bem o Josh Groban po...
  • LOLEpá, dos melhores posts que li nos últimos temp...
  • E também te ajudo a ti, Pepita :) Beijoca, Joana
  • Se me pedires para por estrelinhas piscar é que nã...
  • Do mesmo mal me queixo eu, e então agora que deu a...
  • É de facto uma música espetacular com uma letra à ...
  • tambem esta bem...

mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

subscrever feeds